Loading…
 +351 253 208 230 [chamada para rede fixa nacional]

25 mil pessoas passaram pelo Braga Brick Fan Event na melhor edição de sempre

25 mil pessoas passaram pelo Braga Brick Fan Event na melhor edição de sempre

Depois de quatro dias da maior exposição ibérica de construções com peças, a Braga Brick encerrou, este domingo, pelas 20h00. Apesar do tempo convidativo a passeios no exterior, o público aderiu em massa, tendo ultrapassado todas as expectativas. Foram 25 mil visitantes, entre os quais famílias, aficionados por legos e escolas.

Segundo a administração da InvestBraga, “a Braga Brick veio confirmar o seu posicionamento para as famílias, nas Feiras organizadas pela Investbraga, com cerca de 25 mil visitantes”. Nesta nova aposta de quatro dias de exposição, participaram cerca de 17 AFOL’s (Adult Fan of Lego), de todo o país e ainda alguns internacionais, dos quais quatro de Madrid e Ourense e um da Alemanha. No total, o pavilhão do Altice Forum Braga recebeu, nos seus 5.000 metros, mais de 8 milhões de peças. “Foram ultrapassadas todas as expectativas em termos de visitantes, fizemos uma aposta, alargando o evento para quatro dias, com a inclusão do feriado e a resposta do público foi surpreendente”, afirma Carlos Silva, administrador executivo da empresa.

As temáticas deste ano variaram entre as bonitas fachadas arquitetónicas da cidade de Braga, os monumentos portugueses e do mundo (de destacar o Bom Jesus de Braga), veículos, figuras e cenários de filmes como Star Wars e Sozinho em Casa, uma galeria de arte com peças representativas das onze expressões artísticas e várias construções originais, como as casas de outra galáxia do construtor alemão, Jacob. José Olímpio, diretor operacional, sublinha “a peculiaridade das construções exibidas, mas, acima de tudo a paixão e criatividade que todos os AFOL’s dedicam em anos de trabalho a cada projeto”. Por exemplo, a maior exposição presente nesta edição de 2023, a réplica do Terreiro do Paço, conta com um total de quatro milhões de peças e cerca de sete anos de trabalho até ao momento, estando ainda longe da conclusão.

Rui Almeida e o seu filho, Vasco Almeida, juntamente com dois amigos (os três últimos engenheiros), criaram um circuito de peças eletrificadas que transporta cerca de 400 pequenas bolas através de comboios, pontes, rodas, robots e outros engenhos adaptados que cativam o olhar.

Os construtores estão pela terceira vez na Braga Brick. “É muito cativante trabalhar com o público”. Aliada a paixão com o conhecimento científico, a equipa juntou ao Legos a eletrónica e a mecânica, valorizando cada vez mais a criação.

O projeto iniciado em 2008, a partir de um desafio comunitário, começou com quatro modelos que funcionavam em ciclo fechado. Hoje, o seu stand conta várias histórias, num espaço de 8x6,5 metros. “As crianças seguem o movimento da bola por todo o circuito e os pais tentam compreender a mecânica”. Na primeira participação da Braga Brick, 52 modelos trabalhavam por três minutos. Com a manutenção e sabedoria dos construtores, conseguem agora trabalhar 38 minutos, passando cerca de 30 bolas por minuto em cada modelo do circuito.

Para o construtor, usar a icónica marca dinamarquesa é regra. Todas as peças, motores elétricos e pequenas figuras pertencem à marca. Não usa as outras e não por fidelidade: “Uma coisa é encaixar, outra é ficar perfeito! A Lego tem uma certa pressão no desencaixe”. Além disso, Rui segue regras internacionais, o que permite que mesmo trocando a ordem das suas peças ou juntando-as às de outros aficionados pela arte, poderão manter o mecanismo funcional. Na exposição, o público é convidado a comandar um robot que arrasta as bolas até ao ponto de chegada. “Queremos permitir que pais e filhos brinquem com a peça”.

Numa edição caracterizada por várias novidades e experiências, houve lugar para a arte de Ramon Puig, Werens, designer e graffiter catalão. Ao longo dos dois primeiros dias de evento, pintou ao vivo a obra Legoplant, com quase cinco metros de altura. Uma obra crítica que contrapõe a liberdade das plantas com a fixação da sociedade nos ecrãs. “Simboliza a engrenagem do atual sistema mundial que não nos deixa ver mais além”.

Também os simuladores de realidade virtual 9D, foram um verdadeiro sucesso ao longo dos quatro dias feira. O casal Rui Ribeiro e Marta, veio do Porto com o seu projeto 9dweekendby, um equipamento que provoca diversas sensações por todo o corpo, através da realidade virtual. Este equipamento interativo com um design inovador, permite a utilização simultânea de 3 a 5 utilizadores, que sentados em cabines individuais, viajam pelos mais variados temas: aventura, terror, ficção e infantil, em filmes interativos de curta-metragem. Rui afirma que “a fantástica adesão pelo público bracarense a esta atração, deixou-nos de facto surpreendidos”, salientado ainda “são horas e horas de trabalho contínuo, mas saímos daqui com uma sensação única de reconhecimento pelo aumento de interesse na realidade virtual”.

A Braga Brick Fan Event procurou criar as condições favoráveis para as famílias passarem tempo de qualidade, onde pudessem aliar o conhecimento a uma dinâmica divertida. A novidade da área Play Zone, tinha como principal objetivo permitir que as crianças se exprimissem e fizessem as suas construções, os seus desenhos. No mesmo espaço, era possível encontrar a Área Alimentar, com operadores que serviam desde doçaria com crepes e waffles, cafetaria, pizzas, pão com chouriço, sandes, estando preparada para responder às pequenas necessidades durante a visita.

Também os operadores comerciais, nomeadamente as lojas Universo Encantado, Upper Sky e a Bricks & Tricks, estiveram presentes para complementar a visita da feira, apresentando imensas opções de sets de legos e jogos, para quem quisesse levar uma recordação da feira ou até mesmo começar e/ou continuar a paixão pelo mundo das construções. Henrique Martins, diretor comercial, destaca todas estas apostas como “a necessidade de corresponder às solicitações dos visitantes, foram reunidos e discutidos todos os feedbacks das últimas edições, para saber o que podíamos melhorar em 2023”.

A Braga Brick Fan Event despede-se da sua 5ª edição, com a promessa de voltar em 2025, aumentando o nível de interação com os visitantes, quer através das dinâmicas de avaliação dos gostos das peças apresentadas, quer pela avaliação que fazem da feira em todas as vertentes. “Continuaremos a trabalhar para que em 2025, porque esta feira se organiza de dois em dois anos, esta feira tenha mais novidades para as famílias e que seja um espaço de experiência com diversidade e qualidade dos serviços prestados na feira, alimentação, lazer e compras”, finaliza o administrador executivo da InvestBraga.

+2584846

VISITANTES

+1121

EVENTOS

+238

CONGRESSOS

+416

ESPETÁCULOS

Conheça todos os eventos

Agenda

Conte connosco para a organização do seu evento

No Forum Braga encontra espaços e uma equipa com vários anos de experiência que vão tornar o seu evento inesquecível.

Parceiros de Negócio

Altice

 

Sagres

FORUM BRAGA

Um fórum moderno, interativo e ambientalmente sustentável, pensado e feito para as pessoas. Um ponto de encontro para negócio, cultura e com múltiplas valências para fazer sonhar e concretizar todo o tipo de experiências.

JÁ DISPONÍVEL | App Forum Braga

Contactos

Av. Dr. Francisco Pires Gonçalves
4715 - 558 Braga
Ver Mapa
Obter Direções

T.: +351 253 208 230[chamada para rede fixa nacional]